sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Os dias presentes...
















Sigamos em frente e
Ensaiemos a cantiga de ninar
Que faça adormecer o tempo!
E da seiva que corre em nossas veias
Façamos um elixir que contenha
A aurora vindoura e brote a esperança
Nos corações dos que vêm inocentes!


Ainda há tempo...
De colher o sal da terra
No passar das estações, temperada ao sabor dos ventos:
Colher os frutos que hoje são apenas sementes
E alimentar a alma com a boa-nova
Que brota simplesmente no contagiar
Do passar dos dias presentes!

Ainda há tempo...








Luis Antonio Rossetto é Registered & Protected Blog Entry


B3CLQ-W8M6H-122J8 > 2011 > janeiro > ET42L STSRM-GJJC2

Nenhum comentário:

Postar um comentário